Skip to content

Consulta Processo INSS e as Novas Relações Previdenciárias

No que cabe a decisões judicias, muitas vezes a justiça é falha e acabamos nos sentindo lesados com pareceres considerados injustos ou desfavoráveis.



Com a previdência não é diferente e o que nem todos sabem é que é possível efetuar a consulta processo INSS pela internet e acompanhá-lo de onde você estiver.

Isso quer dizer que os beneficiários da previdência têm direito a consultar processo INSS pelo número ou até mesmo consultar processo do INSS pelo CPF.

O sistema e-Recursos é a plataforma desenvolvida para fins de uso civil, livremente disponibilizada aos cidadãos.

Os processos administrativos movidos contra o INSS são uma prática ainda muito comum e devida a essa demanda, observa-se um esforço em informatizar os sistemas jurídicos a fim de oferecer mais autonomia e agilidade aos cidadãos.

A grande vantagem desse mecanismo é a possibilidade de consultar processo de aposentadoria, por exemplo, sem o intermédio de advogados.

Os processos administrativos enfrentados pelo INSS são de origens diversas e cada cidadão enfrenta suas próprias demandas na hora de se aposentar ou obter benefícios.

O fato é que se tem percebido uma tentativa judicial no sentido de barrar inúmeros benefícios e auxílios concedidos a fim de economizar aos cofres públicos.

Isso afeta sobretudo os trabalhadores e as classes mais pobres, que, na maioria das vezes, depende do subsídio para sustento próprio e de sua família. Entenda melhor como um processo INSS pode ser facilmente consultado pela internet.

Consulta Processo INSS Pela Internet
Consulta Processo INSS Pela Internet

Consulta Processo INSS Pela Internet

Trata-se de um procedimento extremamente simples e rápido.



Para obter informações e deferimentos sobre um processo administrativo do INSS, basta entrar no site do e-Recursos e, logo na página inicial, um campo para informar o protocolo, o CPF e o número do benefício são informados.

Você deve preencher esses campos e avançar a fim de que os dados sejam disponibilizados para consulta.

Essa é a forma mais rápida e fácil para conferir o acompanhar processo INSS.

Principais Casos de Processos Contra o INSS

No Brasil, alguns casos ocupam o ranking de motivos de processo administrativo.

Os principais são aposentadoria por tempo de contribuição, aposentadoria por invalidez, aposentadoria por idade, auxílio-acidente e auxílio-doença.

Isso vem sendo acentuado nos últimos tempos com medidas neoliberais que visam a diminuição de gastos dos cofres públicos em detrimento de economia.

Em âmbito econômico, sabe-se que a população busca, a duras penas, manter um equilíbrio estável. As estatísticas, no entanto, mostram um cenário com perspectivas ambivalentes.

Uma das medidas adotadas pelo atual governo é cortar auxílios e benefícios pagos pela previdência, bem como alterar significativamente a configuração em tempos de contribuição necessário para aposentadoria.

Esse cenário reflete, sobretudo, na população pobre. Ou seja, aqueles que mais precisam de tais benefícios, sobretudo nos casos de doença e acidente, em que precisam dispor do valor necessário para tratamentos.

Com as novas medidas, os cidadãos têm a possibilidade de obtenção de tais recursos dificultada e corre o risco de nem mesmo os conseguir, até mesmo aqueles que de tais recursos dependem.

Cortes Injustos e Despesas Governamentais Caras

Se, por um lado, há pessoas que aceitam e defendem as medidas em favor dos cortes previdenciários, é certo que há a população contrária e avessa a essas políticas.

Quando um processo recurso INSS é aberto, é fruto da insatisfação com o parecer oferecido e – ainda – é direito de todos os contribuintes.

No entanto, seu atendimento e parecer favorável dependerá do julgamento.

Qualquer governo, independentemente da posição que assuma e da ideologia que adote, que ouse mexer nos recursos destinados à previdência, educação e saúde enfrentam duras críticas e com razão de ser.

A crítica principal, nesse cenário, é enquanto as classes mais vulnerabilizadas enfrentam esses caóticos cortes, os gordos auxílios destinados a outras classes do judiciário continuam aumentando.

Auxílio-paletó é um dos mais absurdos destinados para o capital público.

A conta é simples mas parece vir sendo negligenciada por todos os governos: não há verba suficiente para suprir demandas sociais, mas há para pagar viagens internacionais para toda a família de um político.

O sentido disso é nulo e, certamente, não interessa ao governo que a população questione as decisões tomadas.

A previdência, para muitos, é o último recurso a ser recorrido para garantir sua subsistência e por isso muitas pessoas ficam insatisfeitas com os resultados obtidos nos julgamentos.

É justamente nesse sentido que os processos administrativos podem auxiliar. Consultar processo contra INSS é a forma mais rápida e eficiente para manter-se a par das atualizações do litígio.

Classe Afetada Com Novas Políticas Previdenciárias

Ao destrinchar a nova lei previdenciária, inúmeros pontos podem e devem ser avaliados.

Segundo uma pesquisadora da Fundação Getúlio Vargas, há, sim, certas medidas que parecem buscar reduzir a desigualdade.

No entanto, é certo que os números esperados com essas reformas são irreais e contrariam as pesquisas mais sérias, como as obtidas pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, o IPEA.

Essa negligência a dados concretos e obtidos a partir de estudos científicos é outra característica do atual governo.

O instituto aponta que, com essas novas medidas, espera-se uma piora bem nítida na desigualdade social.

O Brasil é um país com uma péssima distribuição de renda e isso é nítido há muitos anos.

Essa situação é ainda mais acentuada se considerarmos que aumentar o tempo de trabalho e exigir que uma pessoa se aposente aos 70 anos é algo, no mínimo, desumano.

Esse cenário tem um viés higienista bem nítido. A classe proletariada, sobretudo os mais pobres, muitas vezes não têm direito a saúde de qualidade.

Aqueles que exercem funções laborais mais pesadas são os mais prejudicados. A conta é simples: aumenta o tempo de trabalho, o idoso sofre com problemas de saúde naturais à idade, a condição pode ser agravada e até mesmo vier a óbito.

Nesses casos, a aposentadoria não precisará ser paga pois a população não viverá tempo suficiente para desfrutar desse benefício.

É certo que medidas precisam ser tomadas a fim de restabelecer o equilíbrio entre receitas e gastos, inclusive na previdência.

No entanto, isso deve ser efeito com base em dados concretos e estudos sérios, não com achismos e informações obtidas a partir de documentações e literaturas arbitrárias ao governo e suas decisões.

Se você se vê nessa situação e recorreu à justiça, entrar no INSS consulta processo é possível e você obterá informações sobre o seu deferimento.

A consulta processo administrativo INSS pode ser feita a partir de qualquer computador ou até mesmo celular conectado à internet, a qualquer momento e por qualquer pessoa.